Debates do Cidadão sobre Mobilidade Ativa 2020

No âmbito das atividades do EIT Urban Mobility RIS Hub Portugal, realizámos dois debates do cidadãos sobre mobilidade urbana no final do ano 2020. Os debates foram conduzidos online e tiveram a duração de três horas. Contaram com participação de cerca de 25 participantes mais seis moderadores em casa sessão.

Veja mais detalhes abaixo. 

PRINCIPAIS CONCLUSÕES DOS DEBATES

Os participantes têm rotinas de viagem muito heterogéneas. Os estudantes, principalmente os que se encontram deslocados, relevam grande propensão para recorrer à mobilidade ativa.

 

O aumento da idade e consequentemente do poder de compra, parece gerar uma maior propensão ao uso indiscriminado ao automóvel.

 

A necessidade de transportar volumes pesados condiciona em muitos casos o uso da bicicleta pelos participantes (p.e. compras).

 

A pandemia trouxe alterações aos padrões de mobilidade. Muitos participantes que usavam o transporte público mudaram para automóvel ou para a bicicleta, conforme o que tinham disponível.

Os participantes que vivem nos grandes centro urbanos têm acesso a ciclovias. Por vezes falta é a ligação entre bairros.

Há cidades onde a orografia (p.e. Covilhã) torna o uso destes modos pouco apelativo. No entanto, uma boa aposta seria a disponibilização de modos com assistência (p.e. bicicletas elétricas).

 

Boa articulação entre ciclovias e acesso ao transporte público é uma mais valia. Transporte público capaz de acomodar modos ativos é fundamental.

A criação de uma rede de ciclovias por si só não é suficiente. É preciso proporcionar sinalização, estacionamento e campanhas de sensibilização sobre quem as deve usar e mais ainda, evitar a sua ocupação indevida (p.e. estacionamento de automóveis).

Avaliação pelos Participantes

COMENTÁRIOS

Foi um debate muito bom; a troca de opiniões e experiências serviu o propósito de conhecer várias formas de mobilidade no dia-a-dia. É importante mudar mentalidades e estes debates são uma boa forma de o fazer.

Evento muito bem organizado; o facto de usarem pequenos grupos para a discussão facilita a intervenção de todos.

Senti-me num ambiente seguro e amigável durante todo o tempo. Também notei que os moderadores eram altamente qualificados para falar sobre este tema.

Foi um debate muito bom e nos meus grupos houve tempo para ouvir a opinião de todos.

Junte-se a nós nestes debates sobre o futuro da nossa mobilidade que depende de todos nós!

© 2020 IASA - Institute for Advanced Studies and Awareness

              boardofdirection@iasa-association.org | Portugal